Notícias

Renzo Agresta retoma circuito por pontos no ranking mundial do sabre

Atleta de São Paulo, que está na 17ª colocação no ranking mundial, vai ser o cabeça de chave número um em Atenas

Renzo Agresta, da esgrima
Crédito: Osvaldo F./Contrapé
Atribua uma nota:

O esgrimista Renzo Agresta dá continuidade na disputa do circuito mundial de esgrima na Acropolis Cup, em Atenas, Grécia. O especialista em sabre, que está na 17ª colocação no ranking mundial, vai ser o cabeça de chave número um nas disputas da poule. Nesta sexta-feira, dia 24, joga contra Mark Peros (CAN), Ho Tin Low (HKG), Thomas James Mottershead (CBR), Gilbert Schwarz (AUT), Dimitrius Kavouras (GRE) e Zackery Brow (EUA), na primeira rodada do torneio grego.

"O objetivo é pontuar para tentar subir para os 16 melhores. Não ter de jogar as poules, o que é reservado aos 16 primeiros, nos campeonatos, é uma vantagem competitiva. Em Atenas, ainda vou ter de jogar as poules e estou preparado para isso, mas quero continuar crescendo", disse Renzo, que iniciou a temporada em 26º do ranking mundial, mas já ascendeu nove posições.

A base de Renzo na Europa é Roma, no Centro Esportivo Julio Onesti, onde treina com esgrimistas de uma das melhores seleções do mundo, a da Itália, e do clube Scherma Roma. Mas terá de ir para Chicago, nos Estados Unidos, também, após a competição de Atenas, para mais uma etapa da Copa do Mundo. E, depois, retornar à Europa para mais dois Grand Prix, em Varsória e na Bulgária, antes de seguir novamente para as Américas, para o Pan-Americano de San Juan, em Porto Rico.

"Ficou um pouco apertado ir direto para o Pan, mas preciso de ritmo de competição. E nesses dois últimos Grand Prix seria importante eu obter bons resultados", avaliou o corintiano Renzo que acompanha o início da Copa do Mundo de Futebol fora do País, mas volta em julho e gostaria de ver algum jogo no Brasil.

Subida no ranking para pular poules

Na primeira fase da temporada Renzo venceu oito das nove lutas que disputou na etapa de Madri da Copa do Mundo e depois com mais seis vitórias no Torneio Luxardo, em Pádua, subiu de 26º para 21º no ranking. Foi 20º no Sabre de Moscou e bicampeão dos Jogos Sul-americanos de Santiago. Com sua performance, foi para o 17º do mundo no ranking.

"Nosso objetivo era ganhar os Jogos Sul-americanos e ele ganhou, entrar entre os 20 melhores e até o fim da temporada entre os 16. Nem acabaram as competições e já é o 17º e, depois de Atenas, já poderá estar entre os 16. Podemos cumprir a tarefa agora, mas ainda vai faltar a defesa do título pan-americano, o que é muito difícil, e fazer um bom campeonato mundial, entrando entre os 16 porque entre os 32 ele já ficou no ano passado. Então, por enquanto, andamos um pouco mais a frente", disse o técnico russo Alkhas Lakerbai, da seleção brasileira, com quem Renzo vem treinando.

Para as competições, antes do Pan-Americano de San Juan, é continuar subindo no ranking e a preparação para o Mundial. "Nosso ciclo termina em julho... então todas as tarefas tem de ser realizadas agora. Não podemos competir fraco agora. Devemos ir bem para a quarta etapa e terminar o ano na elite para evitar a poule para quem está abaixo dos 16", completou o treinador.

Calendário
Acropolis Cup, Atenas (GRE), 25 e 26/4
Copa do Mundo, Chicago (EUA), 2 e 3/5
Grand Prix Sabre de Wolodyjowski, Varsóvia (POL), 17 e 18/5
Grand Prix Glaive D’Asparoukh, Plovdiv (BUL), 24 e 25/5
Campeonato Pan-Americano de San Juan, Porto Rico, 20 a 25/6
Mundial de Esgrima, em local a ser determinado, 5 a 13/8

Renzo Agresta é atleta do Pinheiros e tem apoio da Petrobras, Exército Brasileiro, PBT Fencing e Bolsa Atleta, do Ministério do Esporte.
 

Galeria
Crédito: 1 de

Atribua uma nota:

Aguarde...